SONY DSC

Hoje minha opinião é sobre uma peça teatral que fui assistir recentemente e que se chama: “O que o Mordomo Viu!”.

mordomo1

Sinopse:
A famosa farsa do escritor inglês Joe Orton estreia no Brasil com versão e direção de Miguel Falabella.
A história gira em torno de Dr. Arnaldo, um psiquiatra tentando seduzir sua atraente secretária, Denise Barcca.
A peça começa com Denise sendo examinada pelo Dr. Arnaldo, durante uma entrevista de emprego. Como parte da entrevista ele a convence a se despir. A situação vai se tornando mais intensa à medida que a entrevista avança e quando sua esposa, Sra. Mirta, entra.
Neste momento ele tenta encobrir a sua atividade atrás da cortina. Sua esposa, no entanto esta sendo seduzida e chantageada por Nico, a quem prometeu o cargo de secretário, o que aumenta ainda mais a confusão.
A clínica do Dr. Arnaldo passa por uma inspeção do governo, que é liderada pelo Dr. Ranço, revelando então o caos na clínica. Situação que o Dr. Ranço usará para desenvolver um novo livro.
O espetáculo tem todos os ingredientes de uma brincadeira muito agradável: manias dos personagens, enredos tortuosos, confusão de identidades, portas batendo, roupas que desaparecem, e, acima de tudo, a sagacidade subversiva de Orton, que foi considerado um dos dramaturgos mais criativos do século XX.
E como se não bastasse, a versão brasileira e direção de Miguel Falabella, garante ao público uma dose de humor extra.

Ficha Técnica.
Local: Teatro Procópio Ferreira
Texto: Joe Orton
Direção: Miguel Falabella
Elenco: Miguel Falabella, Marisa Orth, Marcelo Picchi, Alessandra Verney, Ubiracy Paraná do Brasil, Magno Bandarz
Classificação: 14 anos.
Vendas online: Ingresso Rápido
Informações: (11) 3083-4475

foto (2)

Minha Opinião:
Eu e meu namorado compramos os ingressos pela internet. O valor da entrada variava entre R$50,00 e R$150,00.  E vale salientar que pegamos a opção mais em conta. Pensamos que seria um locar de difícil visualização ou longe do palco, porém resolvemos arriscar, já que por ser uma peça concorrida e estarmos comprando em cima da hora, se quiséssemos algo muito melhor, teríamos de esperar no mínimo mais duas semanas de qualquer forma.

Chegando lá, nos surpreendemos muito com os assentos, pois o teatro é antigo e não muito grande. As cadeiras são apertadas e ficamos bem próximos ao palco, tanto quanto o pessoal que comprou o ingresso mais caro. A diferença é que ficamos um pouco mais de lado e eles bem em frente.

Sobre a peça, acho que nossa expectativa pelo casal Marisa e Miguel estava bem alta. Esperávamos gargalhar até a barriga doer por horas a fio, emendando uma piada na outra. Mas isso não aconteceu. Tudo bem que, de fato, não sou mesmo uma pessoa de riso solto, mas nesses casos eu sempre vou mais receptiva a rir. Apesar disso, dessa vez percebi que meu namorado teve a mesma impressão e muitas outras pessoas aparentemente também. Com exceção de uns e outros que riem alto até quase explodir ou infartar, independente de a piada ter sido boa ou de o ator ter dito apenas “oi”, as pessoas pareciam interessadas no roteiro e bem humoradas, mas nada exagerado. Eu sorri muitas vezes e dei umas risadinhas aqui e ali, mas foi meu máximo.

É uma trama legalzinha, mas nada além de um humor leve e sem maiores pretensões.
E apesar de em geral não ter muito conteúdo e história, tem um final surpreendente e que salva o roteiro. Só acho que em alguns momentos ficou meio arrastada e confusa. A bagunça é proposital, mas mesmo assim, às vezes irrita um pouco. Acho que já vi episódios de “Sai de Baixo” mais engraçados…
Não que Marisa Orth e Miguel Falabella não estivessem bem. Estavam. Porém não vi nada de diferente, foi mais do mesmo. E os outros atores também foram ok, cumpriram seus papéis corretamente, mas não me impressionaram.

O cenário estava simples e minimalista com destaque apenas nos elementos chave. A trilha sonora estava boa, bastante rica e apropriada.
Pelo preço que pagamos, achamos que valeu a pena. Mas vá sem maiores expectativas, como se não conhecesse os protagonistas e se divirta pelo passeio!

nota3e

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Share!

    2 Comments on

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *