3bb2e539-cb4a-458a-8937-02a46d7aac19

Recentemente fomos assistir à peça “As Filhas da mãe”, uma comédia leve e agradável que está em cartaz há mais de 30 anos e foi escrita por Ronaldo Ciambroni, um dramaturgo consagrado e o brasileiro que mais prêmios recebeu no cenário artístico, além do que, Ronaldo também participa como ator em várias produções.

Nós sinceramente não achamos que é o tipo de espetáculo para morrer de rir o tempo todo. Sua proposta de humor é mais inocente, despretensioso e natural, como se um grupo de amigos estivesse se divertindo e improvisando, sem ser apelativa e sem grandes preocupações com elementos técnicos, cenários, figurinos elaborados e etc.
Gostamos muito da abordagem simples e das boas atuações, com destaque para Luiggi Francesco e Ozamir Araújo, que estavam impagáveis como a mãe (Dalva Maria), e Brigite, respectivamente.
A trama narra a história de Deise Maria e Dalva Maria, duas irmãs, filhas de uma mãe viúva de meia idade, superprotetora e que tem como maior ambição de vida tornar as duas meninas, totalmente desprovidas de qualquer aptidão ou talento, atrizes famosas e prestigiadas, já que a mesma não conseguiu obter nenhum sucesso em sua trajetória no meio artístico. A confusão começa quando, frustradas com a insistência da mãe em obriga-las a participarem dos mais esdrúxulos testes, as duas meninas se desesperam e fogem.
Recomendamos pela tradição e moral, que traz à tona o amor materno e os valores familiares em sua forma mais pura e doce.

– A peça “As Filhas da Mãe” está em cartaz no Teatro Bibi Ferreira, que fica na Av. Brigadeiro Luís Antônio, 931 – Bela Vista, São Paulo – SP

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Share!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *