Tag: COMPORTAMENTO

Dicas para o jantar romântico perfeito – Em parceria com Westwing

Mood_romantic dinner

Um relacionamento amoroso é diariamente construído com muito amor, carinho, cumplicidade e compreensão. As experiências negativas na maioria das vezes também fazem parte do aprendizado e ajudam a moldar o caráter e a maturidade de cada indivíduo e do casal como um todo.
Outro ponto importante a ser trabalhado para que um relacionamento evolua sempre feliz e dinâmico, são os detalhes e pequenas surpresas do dia a dia que podem dar aquela quebrada na rotina! Uma mensagem romântica inesperada, uma massagem carinhosa depois de um dia cheio, um jantarzinho a dois e esse tipo de coisa.
Pensando exatamente nisso, criamos em parceria com a Westwing as melhores dicas para que aquele jantar romântico possa ser ainda mais inesquecível do que você planejou e surpreender o seu amor da melhor maneira possível, porque são os detalhes que fazem a diferença.
Fazer uma refeição para alguém é uma forma de demonstrar amor. O carinho que colocamos no planejamento e na execução de uma noite romântica é algo muito especial, ainda mais quando podemos desfrutá-la com a pessoa amada. Por isso, selecionamos ideias simples e receitas práticas para que você consiga aproveitar a noite ao máximo!

  • Como Decorar a Mesa?

Para criar uma atmosfera romântica, aposte em arranjos de flores, castiçais e no vermelho. A cor pode aparecer em detalhes como toalhas, guardanapos, pétalas de flores, coraçõezinhos de papel e fitas.

Lembre-se: para ocasiões especiais, use louças especiais. Coloque na mesa seus pratos mais bonitos, suas taças mais elegantes, guardanapos de tecidos e tudo organizado de forma charmosa e interessante. Certifique-se de utilizar uma toalha limpa e bonita. Aposte também em diminuir a luz artificial e acender algumas velinhas na mesa e pela casa.

Se você optar por um jantar realmente chique, preste mais atenção a detalhes sobre: como colocar a mesa de forma correta, quais talheres e taças usar, como dobrar e dispor guardanapos, etc.

Jantar Romantico

(mais…)

Casais inteligentes amadurecem juntos – Nosso pequeno manual para um relacionamento feliz.

shutterstock_170968460

Certa vez lemos uma matéria muito interessante que falava sobre a importância dos detalhes perante o todo e sobre como a união de pequenas coisas pode fazer grandes diferenças num relacionamento, tanto positivas quanto negativas. As grandes conquistas normalmente são feitas de pequenos esforços, bem como as brigas mais significativas também podem ser compostas por pequenos atritos acumulados.

Não existe receita de bolo para seguir o passo a passo de um relacionamento perfeito. Pessoas e relacionamentos são imperfeitos por natureza, e ainda bem que são assim, pois só dessa forma temos a oportunidade de aprender um com o outro, de nos conhecermos melhor, de evoluirmos, de nos amarmos apesar das imperfeições e de levar uma vida muito mais divertida e emocionante, não é mesmo? Mas é sempre bom saber onde investir alguns ajustes e quais pontos devem, de fato, ser trabalhados e melhorados para que o casal se mantenha mentalmente saudável e envolvido.
Quando nos envolvemos num relacionamento sério, devemos ter em mente desde o início os reais objetivos, tanto da nossa parte, quanto da parte do outro. A recíproca e sincronia de metas e sentimentos é essencial para que a coisa funcione de forma harmoniosa e flua naturalmente. Nada pior do que se envolver com alguém e descobrir apenas depois de casarem ou morarem juntos, que no convívio não tinham sintonia nenhuma, que a pessoa na prática não estava tão disposta assim a se envolver num compromisso, ou que aquele ‘defeitinho’ à longo prazo é insuportável.
Quando levamos rotinas muito individuais e fazemos apenas o que temos vontade, independente do sentimento, a parte prática do relacionamento acaba se desgastando. A disciplina e o companheirismo são fatores fundamentais para a construção e manutenção de uma relação estável.

No nosso caso, temos um relacionamento enraizado em amor, confiança, respeito e amizade desde o início, e esses detalhes fizeram com que nos reafirmássemos como casal e víssemos, pouco a pouco, que estamos mesmo no caminho certo. Não que em algum momento tenhamos duvidado disso, mas é normal as vezes pensarmos sobre o sentido de tudo e questionarmos nossos próprios hábitos e cobranças. Se sua meta assim como a nossa é estar com alguém pra vida toda, sejam companheiros, amigos e tenham consideração um pelo outro como gostaria que tivessem por você. É importante colocar a vida a dois em primeiro plano, traçar metas juntos, estar presente em tempo integral e saber a hora de ceder e abrir mão de algumas coisas. Não tem jeito, uma relação conjugal plena e feliz é feita do equilíbrio de  pequenos sacrifícios diários de ambas as partes. Pois quando estamos com quem amamos, estamos completos e quando nos sentimos completos, tudo vale a pena, tudo fica mais leve!

O segredo da felicidade pode ser comparado à magnitude de uma árvore, que é capaz de aguentar tempestades, ventanias e diversos tipos de condições adversas, mesmo tendo surgido de uma semente minúscula. Essa mesma semente, que lentamente, consegue evoluir, criar raízes e atravessar a terra, e por fim, tornar-se algo tão magnífico.
Como uma semente que cresce aos poucos, nós também podemos trabalhar desde o início em alguns pequenos esforços diários, para buscarmos um relacionamento mais feliz e realizado.

shutterstock_93126367

1. Lembre-se diariamente de dizer “bom-dia” e de demonstrar afeto

Estudos comprovam que a forma como passamos os primeiros minutos de uma manhã, pode influenciar o ambiente e clima do restante do dia. Quando acordamos, qual é a primeira coisa que fazemos? Será que sempre sorrimos, olhamos para o lado e dizemos um “bom-dia” sincero e carinhoso? Ou quando o outro chega do trabalho, será que paramos tudo que estamos fazendo para dar um beijo e um abraço, e perguntar como foi o dia? São pequenos gestos que animam a vida de um casal logo no início e no final de cada dia.

(mais…)

curiosidades
Ontem dando uma ‘zapeada’ pelo Ovelhas Voadoras, me deparei com um post bem legal que retrata a realidade feminina de alguns anos atrás. São dicas um tanto quanto bizarras publicadas em uma revista adolescente. Tipo uma “Capricho” daquela época!

Sei que existem lugares onde ainda há um machismo extremo, mas, em muitos países já estamos em posição de igualdade, e por isso fica até fácil achar graça. Mas pensando que há alguns anos isso era sério e era a realidade da maioria das mulheres, já sinto até uma indignação crescendo, rs.

Quer saber como você deveria agir no seu primeiro encontro com aquele gatinho, caso você fosse uma jovem vivendo na década de 1930? Então confiram!

1
Dica 1: Não seja sentimental ou tente fazer com que ele diga algo que não queira usando as emoções. Homens não gostam de lágrimas, especialmente em lugares públicos.

(mais…)